July 11, 2018

April 29, 2018

Please reload

Posts Recentes

**Acredita nisto? Eu não.**

April 1, 2017

1/3
Please reload

Posts Em Destaque

**Os sapatos dos outros**

May 16, 2017

Acredito que um dos "segredos" que nos faz evoluir na vida é a capacidade de nos colocarmos nos sapatos dos outros.

Isto implica tanto trabalho, tanta preparação, e tanto "jogo de cintura" que muitas vezes a opção é simplesmente não o fazer. 

Ao optarmos por não "calçar os sapatos dos outros", estamos a optar por "enfiar a carapuça". Sabe bem o que quero dizer com "enfiar a carapuça", certo? Aquelas coisas que a nossa voz interior / consciência nos diz, e que ouvimos com atenção, com pesar, mas perante as quais fazemos orelhas moucas, optamos por enfiar a maior carapuça que tivermos no armário, e seguimos em frente.

No entanto, não seguimos de cabeça erguida porque alguma coisa se passa entre os sapatos dos outros e a nossa carapuça.  

O pior é que seguir em frente vai implicar deitar a cabeça numa almofada que por vezes não é tão fofa como se quer, e a culpa não é do seu fabricante... A culpa é nossa. 

Não seria melhor por vezes parar e calçar os sapatos dos outros? Quantas vezes não dizemos disparates da boca para fora dos quais nos arrependemos depois? Podem ser segundos, minutos, horas, dias, meses e anos, mas... nunca lhe aconteceu? Quem dera a si ter tido a capacidade de calçar os sapatos daquela pessoa que tanto magoou...!

Se tivesse tido esse "jogo de cintura", essa maturidade, teria sido tão mais fácil... Não tinha de usar essa carapuça horrorosa no verão quente, não tinha de deitar a cabeça todos os dias naquela almofada dura e desconfortável.

Este texto, cheio de metáforas, é para si, que vive a mil, que se calça às escuras, que não pensa no que está a fazer, mas que se recusas a calçar os sapatos dos outros. 

No dia em que o decidir fazer, vai abrir o seu horizonte, vai ganhar sabedoria, vai-se sentir mais leve, e vai ganhar luz.

Tenho uma boa notícia para si: esse dia pode ser já hoje. Nunca é tarde para soltar o cabelo, sentir a terra nos pés, o vento no rosto e o sol na pele.

E acima de tudo nunca é tarde para dormir de consciência tranquila o resto da vida.

 

Share on Facebook
Please reload

Redes Sociais
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square

© 2017 por mafaldaalmeida.com